terça-feira, 24 de novembro de 2009

Troca de nomes =O

Em plenas compras de Natal no C.C. Dolce Vita Tejo com a minha família, ao passar à frente da loja Euromúsica onde ficámos a observar certos instrumentos reparo que dentro da loja está um daqueles cantores designados Pimba (peço desculpa pela ofensa).

Eu: Olhem, olhem.. é aquele cantor.. o Axe!!!

Minha prima: Axe??

Eu: O Axe, aquele ali dentro...

Ela: Ahhh o Axel...

[É o que dá inventarem nomes de produtos de higiene parecidos com nomes de pessoas =P]

Peço desculpa pela troca, mas com nomes tão parecidos dá em alguma confusão... =S






VS





terça-feira, 17 de novembro de 2009

E lá se foi o final feliz

Quando olho para o mundo à nossa volta, em que cada vez mais a palavra RESPEITO está em vias de extinção, em que poucos são aqueles que lutam para alcançar uma sociedade e um mundo melhor, objectivo que deveria ser ambicionado por todos, numa batalha dura contra uma mente social suja, incapaz, egoísta, egocêntrica e consumista.

Tenho vontade de recuar o tempo e voltar a ser criança, onde não me apercebia do mundo materialista em que estou inserida! Começo a pensar se o final feliz do"E viveram felizes para sempre" de qualquer história de encantar, fosse transcrito para os dias de hoje, sobreviveria a uma sociedade desrespeitosa pelos princípios éticos e morais!

E concluí que nem mesmo as histórias da Disney escapariam.

A Branca de Neve, por exemplo, foi mamã mas nem tudo é um mar de rosas, é casada com um príncipe preguiçoso que passa o dia a ver televisão (e pior futebol, se ainda fosse " Na cozinha com Oliver" ainda aprendia uns pratos deliciosos), a beber cerveja e a sujar a casa. Pobre Branca de Neve!






A princesa Jasmine vive num país em guerra e tornou-se terrorista, é caso para dizer "Já que não os podes vencer, junta-te a eles".




A Bela Adormecida parece que nunca mais há de acordar e o princípe Filipe acabou por ir viver para um lar, não podia continuar a viver sozinho com uma mulher que passa a vida a dormir, é aborrecido!




A Chapuchinho Vermelho dispensou as iguarias e a comidinha da Avó, e trocou-as pela comida do McDonald's, os resultados estão à vista!






Pelos vistos a vida também não correu lá muito bem à pobre da Cinderela, a fada madrinha ao que parece reformou-se, o casamento deu para o torto e agora afoga as suas mágoas em tudo o que é bar!






Estou Francamente desiludida! =(


P.S: O melhor é mesmo deixar as histórias como estavam, com um verdadeiro final feliz que deixa o nosso imaginário bem mais colorido, porque transcritas para a actualidade perdem a magia toda!

domingo, 15 de novembro de 2009

Viajar no Tempo

Sempre sonhei com uma máquina do tempo, em que bastava carregar num simples botão e puff! Cá estava eu em plenos anos 60 transformada numa Hippie, defensora da paz e do Amor*,
inserida numa comunidade hippie a assistir a um concerto dos Beatles**, por aí algures. Ou transformada numa Betty Boop dos anos 30 ou dar um salto até à idade da Pedra e reencarnar na Wilma Flintstone.

Por enquanto ainda não é possível viajar no tempo, mas pode ser que daqui a uns anos faça um post a dizer o contrário e a contar uma dessas viagens: - Isto da máquina do tempo é um espectáculo! Não é que hoje fui parar à corte de D. Filipe II, quando dei conta era uma das aias de D. Margarida de Áustria!

Fica aqui prometido o post a contar uma dessas aventuras, por agora divirto-me a recriar fotos que não é bem a mesma coisa mas também é bastante divertido, deixo aqui o site: http://www.yearbookyourself.com/ , experimentem! ;D



Fica aqui uma amostra de como eu seria nos anos 50, que me dizem?

* Ainda o sou!

** Love, love me do. You Know I love You... nanananana

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Daquelas músicas...

Ando numa fase de inspiração por músicas. Hoje lembrei-me da seguinte "Amanhã não se sabe", LS Jack.

Foi uma das músicas que mais marcou a minha fase de pré-adolescência, onde ouvia na novela New Wave (novela brasileira). Lembra-me de nesta fase a ouvir para lembrar os bons momentos que passava com aquele primeiro amor...
Ao vir à internet resolvi ouvi-la, senti que todo esse passado tinha sido tão importante para o que agora sou. Cresci, vive mais bons momentos e esta música (como muitas outras) continua presente.

O tempo passa...as pessoas mudam...mas as músicas mantêm-se sempre presentes =D

terça-feira, 10 de novembro de 2009

PaRaBéNs Rua Sésamo!!!

Quem não se lembrar destes belos desenhos animados que nos despertavam para lindo dia que se encontrava pela frente?! Já passaram 40 anos desde a sua primeira estreia, mas ainda continuam a fazer rir as pessoas dos "8 aos 80".
Desde o Poupas ao Ferrão, foram tudo personagens que passaram pela nossa infância...

PARABÉNS RUA SÉSAMO

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Perdida no escuro

Sozinha no meu quarto, rodeada pelo escuro da noite, a um mínimo alcance da Luz, deixo-me me levar pelos sonhos. Não, não preciso da luz! Este escuro transmite-me a tranquilidade de que tanto preciso, ao mesmo tempo deixa-me perdida nos inúmeros pensamentos, que se propagam no interior do meu ser .
Ao perscrutar o sonho sinto-me feliz, tudo é tão verdadeiro, não existem dúvidas, não existem confusões, não existem receios, tudo tem um começo mas não um fim.
De repente algo me abstrai de toda aquela felicidade, a escuridão ficou mais escura que nunca e toda aquela tranquilidade que me era transmitida pela imensa escuridão,
funde-se com uma insegurança assustadora, que me leva daquele mundo só meu. Sinto-me conduzida pelos medos, pelos receios, pelas dúvidas, acendo a LUZ.
A velocidade da luz é tal que numa fracção de 299 792 458 metros por segundo, deparo-me com a realidade. Ofegante, respiro fundo, fecho os olhos e vejo que os pensamentos pairam de novo, à minha espera. Quero voltar a sonhar, quero viver aquele sonho, desligo o candeeiro e volto de novo para a escuridão, a escuridão que me é tão colorida.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Amália Hoje - Gaivota

Uma grande música, de uma grande Fadista... ViVa a Amália e Parabéns para a originalidade do grupo porque tornou a música muito mais moderna.




video

Uma mão ajuda a outra...

Hoje como pesquisa e analise de informação da disciplina de área de projecto dirigi-me ao Centro de Ajuda ao Sem Abrigo.
Apercebi-me que não sou nada no meio deste universo infinito e injusto para algumas pessoas, que todos devemos ajudar da maneira que podemos e de perceber....
Sim, perceber que por vezes não é facil sair de um dia-a-dia sem horas, sem nada que nos impeça de fazer o que queremos e voltar para uma rotina de uma "sociedade consumista".
Com umas minimas horas da minha semana vou ajudar os que mais precisam. Com um sorriso, uma sopa quente ou um cobertor para as noites mais frias do inverno que se aproxima.
Basta um simples gesto para ajudar e esse gesto está nas nossas mãos.




segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Já?

Hum será impressão minha ou já me cheira a castanhinhas?!



É NOVEMBRO, meus senhores!